quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Tons e Sons ...





 
... Entre tons e sons, no silêncio, quase sinto a música do piano, da flauta, de um violino...
Uma guitarra, no fado cantado! O adufe e a voz do campo, da terra...


O azul do mar, onde o olhar se prende ou se solta.
Podemos senti-lo de forma diferente: tranquilo , sereno , revolto, em ondas mais agitadas...


Mas é preciso saber ver, ouvir; querer sentir !

...não sabia quando iria voltar a escrever.

Acredito que, na vida, há o tempo certo para dizer ou ficar em silêncio.

Nem sempre sabemos se o mar vai estar tranquilo no minuto seguinte...
Se a brisa fica mais forte e o vento solta a areia!
Porque uma nuvem segue o seu caminho ou chega o tempo de chover!

Mas, se estivermos atentos aos tons e sons que nos envolvem, a clave de sol ficará mais nítida na pauta dos dias.






1 comentário:

João de Sousa Teixeira disse...

Não me são, de todo, desconhecidos estes "tons e sons".
Esta do scaner é que foi novidade...