sábado, 14 de julho de 2012

NEVOEIRO...

 Castelo Branco





Um manto cinzento tomba sobre a cidade.
Parece esconder a Vida, o seu movimento!
O casario descoberto nas cores,
Sons de um pregão matinal...


Mas que se apregoa hoje?



O Nevoeiro que vestimos ?
A ilusão das palavras ditas?
A máscara de um sorriso,
Na lágrima que não dizemos?


O silêncio dos pregões matinais!






Sem comentários: