sábado, 2 de junho de 2012

Lágrima(s)








Sabes?!


Não poderás saber !
Finge ou desmente ...
Só sabe da lágrima
Quem deveras sente.



Pôs o coração a jeito
E vestiu-se de azul!




Sem comentários: