quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Caminhais em mim...

 
Posted by Picasa
Aqui, onde caminhais comigo desde sempre...
Mesmo se estou longe!




Caminhais em mim...

De ti, pai, recebi o horizonte destes campos...

Onde cantarolava aquelas canções de que gostas!



De ti, mãe, aprendi a amar as palavras...

Contigo, a caminho da escola, as primeiras letras!



Dos dois, ontem e hoje, o todo, o afago, a Vida!


*

Num "Mundo" que guardo, caminhais comigo,

Na entrega que sois, como pais para vossos filhos.

O Amor que vos tenho, no que recebo a cada dia.

Alegria e paz, verdade quereis no meu rosto!

Por este vale, por estradas ou caminhos,

Nossa terra, nossas gentes, o chão que queremos.

Em vós sou eternamente a menina de sorriso franco!

Neste nosso horizonte, não há sombra,

Encontro sempre "abrigo".

Abraço-vos

(Mª Jose M - fev.2007)



*





E agora meu Pai ?
O que fica na despedida ?

O que fica?
Tanto!

Sei que continuarei a escrever o meu caminho
no todo do tudo que em mim serás, sempre! 


Caminhais em mim...
Abraço-vos


*

sábado, 20 de agosto de 2011

Partir, andar ...




Letra da musica


Partir andar, eis que chega
Essa velha hora tão sonhada
Nas noites de velas acesas
No clarear da madrugada
Só uma estrela anunciando o fim
Sobre o mar sobre a calçada
E nada mais te prende aqui
Dinheiros, grades ou palavras



Partir
Andar, eis que chega
Não há como deter a alvorada
P’ra dizer, um bilhete sobre a mesa
Para se mandar, o pé na estrada
Tantas mentiras e no fim
Faltava só uma palavra
Faltava quase sempre um sim
Agora já não falta nada
Eu não quis, te fazer infeliz
Não quis....
Por tanto não querer, talvez fiz...



Partir andar, eis que chega

Essa velha hora tão sonhada

*
Zélia Duncan




quinta-feira, 7 de julho de 2011

As palavras possíveis...

 
Posted by Picasa


Esta é a terra que me chama,
o sangue, terra de pão e sustento.
Esta é a terra que me ama,
a vontade, nascente de esperança.

As mãos dão (se)  em novos dias,
à história, sementes de verdade.





Aqui, as flores , sombras, sol e mar ....  
Palavras soltas, entre tons e sons 
O tempo de outro tempo e de um tempo novo.
.
" I'm going where the sun keeps shining"

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Ao Entardecer





Da música , o fado.
Da poesia, as palavras.

Do sol e do mar,
o sorriso ou a lágrima.

Do sal que beija o rosto,
o sol que aquece a alma.

Do intenso entardecer,
o brilho doce no olhar...

sexta-feira, 25 de março de 2011

Flor ao vento

 ... olha esta...!!



 Sopra, mas só a fazer de conta :)
Posted by Picasa





Além do Horizonte

Flor de mim, olhar fugidio,
toma corpo num ponto de luz.
Repousa suavemente o rosto,
Além do horizonte...

De pés descalços,
o silêncio percorre o campo.
As mãos afagam a palavra,
sentida na profusão de cores.

MªJosé M.
( 28 julho 2008)


segunda-feira, 21 de março de 2011

Folhas ausentes

 

 
Posted by Picasa


Epigrama Nº 5

"Gosto da gota d'água que se equilibra
na folha rasa, tremendo ao vento.

Todo o universo, no oceano do ar, secreto vibra:
e ela resiste, no isolamento.

Seu cristal simples reprime a forma, no instante incerto:
pronto a cair, pronto a ficar - límpido e exato.

E a folha é um pequeno deserto
para a imensidade do acto. " 

 Cecília Meireles


.

quarta-feira, 2 de março de 2011

Entre tons e sons...



palavras soltas
entre tons e sons

sentidas
escondidas
escritas

um olhar solto para o dia
no silêncio da palavra

Sol

domingo, 30 de janeiro de 2011

Beijo com asas...

Posted by Picasa




O cansaço colado no corpo
Enquanto seguia rumo ao sul
O sorriso beijou-lhe o rosto
No voo de um pássaro azul


Um beijo com asas





domingo, 2 de janeiro de 2011

Mudanças?! ( Ou talvez não...)


Fotografia que coloquei em 2010, para escrever posteriormente...

Ao guardar, agendei publicação mas nem mais me lembrei!
Confesso que hoje fui surpeendida :)

Como já está publicado e com um comentário, resolvi colocar música, escrever um pouco e deixar ficar assim!

Espero que o novo ano seja a continuação de momentos felizes, "entre tons e sons", nas palavras escritas.
Sei que tenho estado muito ausente mas é assim a vida! 
Agradeço a vossa presença e espero poder corresponder com publicações mais frequentes neste espaço que também é vosso.
Bem-Hajam