quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Vida - divagações breves III




DA LUZ...


Quando olhares o céu,
uma estrela é sempre mais brilhante,
transforma o escuro em luar.
Quando ouvires uma melodia triste,
ao amanhecer, o canto do rouxinol
tudo inverte!


Se uma mágoa quiser apoderar-se de ti,
deixa o quente do sol beijar-te o rosto.
Se tiveres as mãos vazias deposita nelas
a suave cor, o toque de uma rosa.
(21 janeiro 2007)




*

*

11 comentários:

Lídia Borges disse...

Suave e harmonioso!
Gostei do apelo ao positivismo.

Um beijo

João de Sousa Teixeira disse...

Qualquer dia será "post" no meu blog, hoje é um comentário ao teu.
Parece-me "rimar"...

FOTOSSÍNTESE

Continua radioso este sol,
apesar de tanto alimentar o meu olhar.
Não se lhe notam no rosto rugas ou ocasos.
Apetecia-me dizer que só a mim pertence,
mas sei de outros que o partilham com a mesma devoção.
O que mais me fascina é a sua luminosidade,
e é caso para dizer que nada
o faz de forma tão brilhante…
A demonstração está no oxigénio de uma vida inteira.
Uma prova de vida.

Beijinho
João

poeta_silente disse...

Miga.
To com saudades. E esta música é linda e triste. Demais...
Hoje me deu vontade de estar aqui, contigo. Lembrar das nossas conversas, das nossas alegrias e dos momentos em que, por vezes eu, por vezes tu, dávamos forças uma para outra, nos nossos momentos de deserto. E esta poesia retrata muito bem isto. Era exatamente isto que fazíamos. Lembra?
Um dia, querida amiga, um dia vamos reviver isto com muitas risadas e muita felicidade. E a amizade? Esta vai durar para sempre.
beijos
Deus abençoe a ti e aos teus.
Miriam

Manuel da Mata disse...

Não tenho som. Gosto do poema
Beijinho.

WHITE ANGEL disse...

Olá! Vou tomar a liberdade de copiar este texto e publicá-lo lá, no pedacinho de céu.
Saudades, muitas.

DE-PROPOSITO disse...

Quando olhares o céu,
------------
Ao olharmos o céu, sentimos a nossa pequenez.
Fica bem.
E a felicidade possível, juntinho de ti.

Nilson Barcelli disse...

Belas ideias, bem expressas nas palavras.
Também gostei da música.
Querida amiga, boa semana.
Beijo.

Spectrum disse...

Normalmente temos as janelas fechadas..
Um bj

casa da poesia disse...

lindo!...

"vendo tudo quanto tenho"...???

t3resopolis disse...

ao olhar um céu descubro alguém lindíssimo cheiiiinho de mãos repletas de coisas para DAR

e isso me faz muito, mas muito Feliz
essa é minha amiga me serve de charneira .. nos momentos menos bons

como dizia Pai Carlos.. " bem hajas" = obrigada por existires

ao meu ( nosso ) lado !

t3

Anónimo disse...

tenho as mãos vazias
quem sabe à espera de uma rosa
de uma cor
ou ate de tinta com algum sabor
porque ´e dessa que me lembro
mas já não tenho...
Pintam-se rostos e figuras
situações e desencontros
e eu continuo à espera duma rosa
que me dê sabor ao que procuro
resta-me o rosto, deste e daquele
que me obriga a pensar
que não posso esquecer
que um dia terei de vencer!