quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Castelos no ar ...

Fotografia de Martina Skorob
"Dandelion"
"Ninguém vê
O dia a nascer
O amanhecer
Ninguém vê
A vida acontecer
Ninguém faz castelos
No ar
E não há quem queira
Sonhar
Já ninguém pára
P'ra ver em vez de olhar
Já não há
Quem repare no luar"
(Da letra de: "Castelos no ar" )
Fotografia de Martina Skorob
" princeza petra voli maslacke"

I

"Hoje fiz de conta
Que o mundo era meu
Quis pinta-lo alegre
Como eu
Mostrar a toda gente
O que estava a sentir
Como as coisas simples
Nos fazem sorrir
II
Hoje fiz de conta
Que tinha o mundo na mão
Quis que não fosse um deserto
De solidão
Toda gente corre
Sem saber
E passa pela vida
Sem viver"
(...)

(Da letra de : "Castelos no ar")

*

Música:" Castelos no ar"
Rita Guerra



*

9 comentários:

In Loko disse...

E é verdade, já tanta gente nem pára um pouco para respirar o ar no perfume que as flores dão, o cheiro do mar sempre inebriante... a terra nos montes tão intensa, tão energética, que se entranha em nós... felizmente que ainda há muitos que o fazem!
A vida actualmente é muito rebelde no remoinho dos minutos mas... há que parar, há que parar nem seja por momentos e respirar os cheiros e aromas que nos dão... senão caímos na dormência dos odores a gasolina e lixos espalhos por aí!

Lindas músicas e letras do "Castelos do ar"... que não conhecia!

Obrigado pela partilha amiga MJ...

Beijinhosssssssss

muguet disse...

ler-te dá-me sempre a sensação de que nos conhecemos de outros sítios, outros lugares, outras vidas... não o sei explicar, mas sinto uma cumplicidade diferente, estupidamente quase maternal. estupidamente? sei lá... se calhar não. há uma sensatez calma nas tuas palavras, um carinho doce em tudo o que me dizes, em tudo o que eu leio no teu cantinho... é quase como um abraço que envolve e protege...

tens razão no que dizes, tudo faz parte e tem alguma razão de ser. também é verdade que haverá sempre aquele espaço, em que eu me liberto sem limites, em que me posso dar ao luxo de voltar sempre que preciso de um pouco de ar ou apenas para partilhar um sorriso, uma lágrima, um qualquer sentimento.
tenho estado demasiado ausente, mais do que gostaria...mas já não vou contrariar mais essa distância fisica do meu blog, acho que como tudo, tem o seu tempo, os seus momentos. se não escrevo agora é porque não é este o momento para o fazer... outros haverá, tenho a certeza.

encantou-me este teu post, esta letra de uma música que eu não conhecia (já fui ao youtube, confesso que gosto mais da letra que da música... mas que dizer? eu vejo o dia a nascer, sinto a lua dentro de mim, sinto a vida a pulsar a cada respiração. pinto o mundo de cor alegre, uma das minhas mil cores, a que mais predomina esta minha existência, sou feliz como nunca imaginei ser, com o rabinho virado para a lua como nunca senti.

acho que finalmente percebi qual a forma mais completa de viver...é a mais simples! é deixar que a vida leve o seu rumo porque ela sabe muito bem o que está a fazer. é aceitar as voltas que o mundo dá, é saborear essas voltas :D
a vida dá-me em troca tudo o que eu lhe dou, e quando sorrio para ela ela sorri de volta.
viver é perfeito e eu estou a saborear esse momento de paz interior, de tranquilidade, de bem-estar. e, não posso deixar de o dizer, de quem encontrou um sapinho lindo que virou principe encantado. claro que isso ajuda, não é? ;D

de qualquer forma, minha querida Amiga, voltar aqui é sempre um prazer enorme.
vou-te mandar um mail, para dar uma nova cor às minhas mil cores...espero que tenhas hi5 ;)

até breve, beijos enorme de grandes, cheios de sabor a mil azuis :DDD

Stalker disse...

Olá Maria José. Na próxima quinta-feira, se estiveres por cá, pelas 18 horas inaugura uma exposição no Governo Civil. Trata-se de um conjunto de trabalhos do Carlos Matos, intitulado "Os Mundos do Acordeão". Aparece!

manzas disse...

O mundo adormece na cama do céu
Enquanto permaneço acordado no teu roseiral…
Vigilante no teu galante corpo, rosa sem véu
Batem janelas inquietas, pétalas em temporal

Neste momento,
Desejo
Um bom fim-de-semana
Materializado em harmonia
Com muita alegria…
Um excelente CARNAVAL
Com muito divertimento
Desmascarando amor
Com paz,
Cheio de muita folia…

O eterno abraço…

-MANZAS-

Daniel Aladiah disse...

Querida Maria José
Um pensamento que me ocorre amiúde: "tudo está por fazer..." e logo agradeço tantas oportunidades de viver que me são dadas, como posso ficar bloqueado, sem saber por oncde começar... mas logo, logo, a vida trata de me mostrar que sou sempre capaz de ir fazendo.
Um beijo
Daniel

DE-PROPOSITO disse...

Sem viver"
-------------
Um viver, SEM VIVER.
-----
Fica bem.
Felicidades.
Manuel

manzas disse...

Sublimes versos escapam das almas dos poetas
Viajando até ao fundo dos céus como balões …
Suspensos ficam no tecto brilhando poesias inquietas
Reflectindo olhos orvalhados em prados de emoções

Dedicado a todos
Os poetas e poetisas
Deste mundo,
Os que já adormeceram,
E aos outros
Que ainda nem sono têm...

Bem hajam!

Uma boa sexta-feira e um melhor fim-de-semana…

O eterno abraço…

-MANZAS-

manzas disse...

Nos vastos arejados
Campos do meu ser
Corre a sombra de uma voz
Pelos prados da mente…
Entre montes de razões
E rochedos do desconhecer
Suplica a conflituosa
Tentação inconsciente

Uma boa semana!

O eterno abraço…

-MANZAS-

Nilson Barcelli disse...

Talvez seja melhor fazer castelos no ar do que castelos na areia... eheheh...
Cara amiga, escreves tão pouco e eu também nem apareço... ando sem tempo...
Bom resto de smeana,
Beijo.